Investigação

A implementação do Programa A PAR em Portugal foi acompanhada em 2008, 2009 e 2010 por uma investigação financiada pela Fundação da Ciência e Tecnologia (FCT) de tipo transversal , para perceber o impacto do programa nos seus beneficiários, para sua eventual disseminação e replicação em outros contextos a nível nacional, de forma a influenciar a qualidade da educação das nossas crianças.

O projeto de investigação intitulou-se “Evaluation of the Effectiveness of the Implementation of the A PAR Project in Portugal. Child Development and Parental Education” e foi coordenado por:
– Profª Doutora Maria Emília Nabuco (Centro Disciplinar de Estudos Educacionais, ESELx)
– Maria Stella Aguiar (Centro de Psicologia Clínica e Experimental: Desenvolvimento, Cognição e Personalidade, FPCE, UL)
– Cláudia Costa (Escola Superior de Educadores de Infância Maria Ulrich)
– Diogo Morais (Faculdade de Psicologia, ULHT)

Foram avaliadas 220 famílias e suas crianças que participaram nos Grupos A PAR, em comparação com 212 famílias e suas crianças que não participaram em Grupos A PAR. Todas as famílias eram de estrato social semelhante e todas as crianças foram emparelhadas por idade e género.

Questões de partida:

– “A participação em Sessões do A PAR favorece a representação e o desempenho da função parental na gratificação parental, na interacção com os filhos e no suporte social?”
– “A participação em Sessões do A PAR favorece o desenvolvimento cognitivo e sócio-emocional das crianças dos 3 aos 6 anos?”

Conclusões:

As famílias que participaram com as suas crianças nos Grupos A PAR, quando comparadas com as famílias e crianças do grupo de comparação, obtiveram ganhos estatisticamente significativos:

– na interacção pais-filhos (sentirem-se modelos para os seus filhos);
– na gratificação parental;
– no apoio social.

As crianças que participaram nos Grupos A PAR, quando comparadas com as crianças do grupo de comparação, obtiveram ganhos estatisticamente significativos:

– na auto-estima, nomeadamente ao nível da dimensão cognitiva;
– no desenvolvimento da literacia, ao nível da compreensão verbal, do vocabulário, da consciência fonológica (rima) e da escrita do seu próprio nome;
– no desenvolvimento cognitivo, ao nível da percepção visual, da orientação espacial, dos conceitos numérico precoces e do raciocínio não verbal.

A PAR Evaluation

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s